Afinal de quem é a culpa na instabilidade do Facebook, e como sua empresa vem utilizando as redes sociais?

Ontem dia 13 de março de 2019, das 9:30 até as 20:30 tivemos mais uma vez, uma amostra do que pode ocorrer em depender tanto apenas de um conjunto de ferramentas para comunicação, publicidade e conversão dos nossos clientes!

A problema que começou pelo Instagram e se espalhou rapidamente pelo Facebook e Whats App, era que ao tentar enviar e receber arquivos de vídeo, foto e áudio eles simplesmente não saiam, o problema se agravou após as 14:00 e a comunicação ficou quase que a 0, a região mais afetada pelo problema foi o sudeste Brasileiro, porém o mundo inteiro sentiu a instabilidade que foi da Europa até os Estados Unidos que concentrou boa parte das falhas.

Imagem - Mapa de calor da instabilidade com os problemas que ocorreram no dia 13/03/2019 no Facebook

Hoje as 13:24 o Facebook se pronunciou sobre alegando uma manutenção em seus servidores e pedindo desculpa pelo inconveniente ocorrido conforme a imagem extraída da conta oficial no Twitter da marca:

Afinal de quem é a culpa na instabilidade do Facebook, e como sua empresa vem utilizando as redes sociais? 1
Imagem – Pronunciamento oficial do Facebook no Twitter sobre a instabilidade na rede!

Porém esta falha que não foi a primeira deste ano, reacende uma discussão que nós já tivemos com muitas empresas que passamos a atender aqui na Agência, aproveitamos o evento de ontem para aprofundar mais esse assunto com você e ajudar a esclarecer a principal dúvida dos empresários sobre o assunto:

– Qual a importância de um site, quando Facebook e seus produtos chegam a quase um custo “zero” e suas atualizações quase que diárias são gratuitas?

A resposta não é tão simples, pois do ponto de vista prático você não está errado em fazer tal comparação, e longe de nós em discordarmos da eficiência das redes sociais. Quem vive sem estar conectado a uma delas hoje em dia?

Mas nesta discussão algo que é sempre deixado de lado nesta discussão é a sua relação entre a validação e retenção dos clientes, e o gerenciamento da sua base de dados, dois pontos que são a energia vital de qualquer negócio inclusive o seu.

Sobre a Validação e a Retenção do seu público:

Usar apenas as redes sociais para reter seu cliente pode ser muito delicado. As redes sociais são limitadas e por mais recursos que elas detenham não há tanto espaço assim para se ofertar e gerar autoridade sobre um produto ou serviço que sua empresa oferece.

Para entender a profundidade disso, é preciso entender sobre a jornada de compra do seu negócio e como as pessoas utilizam as redes sociais para validar o seu negócio. Esse é um caminho que ainda é feito do modo “tradicional”, geralmente o caminho funciona nesse fluxo:

1 – O usuário pesquisa sobre a empresa no Google;
2 – Acessa o site da empresa “se tiver” confere e valida todas as informações contidas nele, como por exemplo, endereço e telefone;
3 – Verifica se a reputação da marca é coerente com o que foi apresentado nas redes sociais, e aqui pode ser mais de uma, e só então é que ele começa a formar uma opinião sobre a marca.


Um grande detalhe é que como isso é feito diariamente por todos nós “usuários”, é fácil passar desapercebido e esquecer o valor que esta jornada representa no dia a dia das pessoas, pra que fique mais simples, lembre-se qual foi o último produto ou serviço que consumiu e qual foi o caminho que usou para avaliar a empresa que o ofertou.

Esse processo ocorre com todos os níveis de clientes desde os que estão chegando, passando para os que já consomem a sua marca a anos.

A simples validação já deu início ao processo de retenção, uma vez que o usuário foi até o seu site, verificar sua empresa, ou consumir seu produto ou serviço, ali ele está em um ambiente que é só seu.

O impacto causado por estar em um ambiente dedicado a sua marca, agrega valor pois você está comunicando as cores, fontes, imagens e copywriting (maneira em que seu texto é escrito para vender seu negócio)

No seu site é muito mais fácil sua oferta ser entendida, e percebida pelo seu usuário.

Dentro das redes sociais o ambiente é completamente diferente, seu usuário está o tempo todo sendo abordado por outras marcas e suas ofertas, inclusive dentro da sua página ou do próprio historie no seu Instagram, se isso não bastasse as cores predominantes são os escolhidos pelas redes, as fontes são padronizadas e os espaços são disputados a ferro e fogo com todos as demais empresas do seu segmento ou vídeos de gatinhos fofos por exemplo.

A quer dizer então que vocês não usam as redes sociais?

Sim, claro que nós usamos, que fique claro, não estamos aqui falando mal das redes sociais, até mesmo porque defendemos a sua importância na estratégia de posicionamento para qualquer marca, porém imaginar que somente as redes sociais serão o suficiente para escalar o seu negócio, é bem improvável se não quase impossível.

Sobre a base de dados:

Aqui é onde a sua marca passa a ter um enorme problema, isso porque as informações que são recebidas pelas redes sociais, passam por um filtro e são limitadas ao serem enviadas para você, sua marca fica no escuro pois está em um ambiente controlado e por mais que você tenha um conhecimento aprofundado do seu mercado, sempre surgem novas restrições com seu cliente em potencial.

Se isso não fosse o suficiente, entender o fluxo de compras sem acesso as informações vai demandar muito tempo da sua curva de aprendizado e horas de estudo no seu mercado e na sua concorrência.

É o fim dos tempos então? A resposta é não! Quando conectadas ao seu site, as redes sociais potencializam demais o retorno da sua empresa e tudo se torna mais simples, ao cruzar os dados você entende a jornada de compras do seu cliente.

Outra vantagem é que com o seu site no ar você não fica simplesmente à deriva com as redes sociais. Você reforça a sua presença, gera mais autoridade e aumenta os canais de comunicação com o seu cliente!

A nossa conclusão é que, as redes sociais nunca devem ser seu único canal de vendas ou atendimento, empresas que buscam escalar os seus negócios devem priorizar um site, onde ira nutrir toda sua base de clientes que virão das redes sociais reforçando a confiança na sua marca e desempenhando um papel fundamental no seu negócio.

E ai que tal repensar essa ideia de você colocar todos os ovos da sua empresa em uma mesma cesta?

Agradecemos por você ler mais um texto da Agência On Off You, um grande abraço e até a próxima!


Compartilhe este artigo:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Print

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SOBRE O AUTOR:

Magdiel Líbini

Magdiel Líbini

Economista por formação e Publicitário por opinião sou consultor de negócios para empresas na On Off You. Apaixonado por pessoas e suas maravilhosas histórias, fico vislumbrado na capacidade que temos de nos adaptar em um mundo que evolui mais rápido do que a nossa biologia de aprender. Meu hobby é conversar sobre o que você quiser aonde a gente estiver, de preferência com um bom café.

OUTRAS PESSOAS GOSTARAM DE: